quinta-feira, 30 de julho de 2015

Radar

Enquanto surgem como cogumelos "notícias" acerca do mau desempenho do ouro (ver aqui e aqui) para falar apenas num dos meios nacionais, por que razão não há a mesma preocupação e diligência na clarificação deste assunto?
Chamo a atenção para as declarações de João Salgueiro. Em especial o que não é dito nelas. O que fica implícito, precisamente. Quanto às declarações de Tavares Moreira e de Mira Amaral, elas são de uma assinalável discrição, especialmente se tivermos em conta o registo de "abertura" nas declarações de outros agentes bancários que assinalámos aqui.
A peça que o Observador publica (aqui) mistura o assunto com preparações eleitorais. A seguir.

4 comentários:

Antonio Cristovao disse...

Esperava ver algo sobre o ouro, que me pudesses ajudar a perceber, o que se passa.
Sempre sigo e leio com atenção os artigos sobre o ouro; e suas vanatagens

LV disse...

Caro António Cristóvão,

Por aqui temos escrito consideravelmente acerca do papel do ouro. Quando diz: "esperava ver algo sobre o ouro...", refere-se à imprensa convencional, é isso?
Caso considere útil, partilhe por aqui as suas leituras ou dúvidas.

Saudações,
LV

Antonio Cristovao disse...

Não tenho conhecimentos, para ter dúvidas. Só, como escreve e defende o valor do ouro, em relaçaõ a outros investimentos, iria ler com atenção, o que lhe aprouvesse dizer, sobre os solavancos agora noticiados; nada mais que isso.

LV disse...

António Cristóvão,

A propósito dos seus comentários, decidi republicar dois artigos. Um segue já esta tarde (tenha atenção à ligação para a actualização dos dados relativos à procura de metais preciosos por esse mundo fora). O outro durante o fim-de-semana.
Aceite os meus agradecimentos pela leitura e participação.

Saudações,
LV