sábado, 23 de julho de 2011

Um passo na direcção certa

900 professores deixam direcções-gerais e voltam à escola.

5 comentários:

RioD'oiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RioD'oiro disse...

Eu espero bem que seja certa porque os estragos que essas criaturas podem provocar nas escolas podem ser de monta.

Caso para dizer 'atirou fora o bébé na água do banho?'

Ora bem, 900.

http://www.publico.pt/Local/portugal-e-espanha-gastam-48-milhoes-em-150-mil-cabras-para-prevenir-fogos-na-raia_1452780

150000/900=167 cabras para cada um. Não era mau. Acabariam a ordenhar o cão?

Eduardo F. disse...

É certo e não despiciendo esse risco. Mas, a minha experiência profissional tem-me ensinado que nada como pôr alguém a fazer o que seria suposto fazer para que nos livremos rapidamente de quem nada sabe ou quer fazer... Mas, claro, trata-se de um saber empírico e há sempre aqueles irredutíveis.

Em qualquer caso, penso que a capacidade de provocar danos fica delimitada, o que não acontecia quando se estava de rabo sentado nas diferentes "5 de Outubro" e a influenciar todo o resto da população escolar até à base da pirâmide.

RioD'oiro disse...

"penso que a capacidade de provocar danos fica delimitada"

Deus o oiça. Daquela maralha espero tudo.

"nada como pôr alguém a fazer o que seria suposto fazer"

Acho que sim. De qualquer forma em frente aos bezerros não terão tempo para piramidais tiradas de zenital e inclusivo alcance. Terá que se lhes aplicar umas bolas de canhão atadas às pernas para garantir que não se esquivam e aturam mesmo a barbárie que criaram (ou pelo menos ajudaram a criar).

Eduardo F. disse...

"De qualquer forma em frente aos bezerros não terão tempo para piramidais tiradas de zenital e inclusivo alcance."

É a minha esperança.