quinta-feira, 21 de julho de 2011

Mais 20,6 mil milhões de euros

de dívida directa do Estado é quanto cresceu o seu stock no 1º semestre de 2011 face ao que se estabeleceu em 31-12-2011 (folha de cálculo Excel). Em termos percentuais, uns extraordinários 13.8%!!

Não se esqueçam de anotar que a culpa, claro, foi/é/será das agências de rating e, muito em particular da Moody's.

3 comentários:

RioD'oiro disse...

http://fiel-inimigo.blogspot.com/2011/07/esse-esqueleto-nao-e-meu-xvii.html

Anónimo disse...

Caro
Pode indicar a fonte dos dados que usou?
Obrigado.

Eduardo F. disse...

Caro Anónimo,

Desculpe só agora lhe responder pois não tinha reparado na sua pergunta.
A fonte de dados é o Instituto de Gestão do Crédito Público- www.igcp.pt