sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Perspectivas energéticas mundiais até 2035

Foi divulgado na segunda-feira passada o International Energy Outlook 2011 que perspectiva a evolução das necessidades energéticas até 2035 (+53%) e do peso das diferentes fontes energéticas. Destacaria dois gráficos do Outlook. O primeiro relativo ao mix energético que evidencia a continuação da importância projectada das energias de origem fóssil:


e um segundo que traduz a tremenda importância de dois gigantes ávidos de energia - a China e a Índia -, com os EUA a servirem de aferição.

2 comentários:

Bruno Carmona disse...

Caro Eduardo F.,

Ainda não li este documento com calma mas os gráficos parecem-me um pouco simplificados. Acredito, e espero, que até 2035 o gás já tenha ultrapassado o carvão como principal fonte de electricidade.

Teho dúvidas que o consumo de energia renovável cresça tanto até porque para ter este crescimento de consumo o crescimento de instalação (devido à baixa produtividade) terá de ser exponencial.

A partir de 2030, com a introdução de centrais nucleares de 4ª geração, creio que a linha do nuclear vai virar para cima.

Aconselho o outlook 2011 da International Energy Association (IEA)que me parece mais realista. Tenho na calha um post a comentar a visão da IEA.

Eduardo F. disse...

Caro Bruno Carmons,

Deve haver alguma confusão porque este Outlook é proveniente da IEA.