segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Previsões e aldrabices vs realidades

12 de Dezembro de 2007:
________________________________________
Nota: vejo grandes similitudes entre o catastrofismo das previsões climáticas e o anunciado Apocalipse associado a uma opção não-intervencionista em conflitos que nos não dizem respeito. Em ambos os casos, a táctica da difusão do medo e da "emergência" da intervenção estatal-imperial de que é "preciso agir" porque "o tempo se está a esgotar" é sensivelmente a mesma. Creio que Steven Goddard, editor do Real Science, concordará com esta asserção.

Adenda:

Trecho do certeiro comentário do leitor Luís Vilela: "Ando há muito a ruminar essa mesma ligação. Vejo voluntarismo em ambas as situações, que favorece uma visão de que a realidade se terá de adaptar a um conjunto de valores difusos (idealismo, liberalismo, materialismo). Uma visão que culpa o homem e lhe dá a esperança de uma redenção pela construção de uma acção moralizadora e reparadora desses mesmos males."

4 comentários:

LV disse...

Eduardo,
Excelente nota. Ando há muito a ruminar essa mesma ligação. Vejo voluntarismo em ambas as situações, que favorece uma visão de que a realidade se terá de adaptar a um conjunto de valores difusos (idealismo, liberalismo, materialismo). Uma visão que culpa o homem e lhe dá a esperança de uma redenção pela construção de uma acção moralizadora e reparadora desses mesmos males.
Saudações,
LV

Fada do bosque disse...

É pena esses mesmos catastrofistas não se lembrarem de Fukushima. Nisso não estão eles interessados...

Nem sequer em mandar ajuda para o Japão.

Fada do bosque disse...

Quanto à BBC é uma poderosa máquina de guerra segundo Jonh Pilger e a sua famosa reportagem que retiram constantemente da net: The War You Dont See. Mas para comprovar, veja isto:

http://blogdobourdoukan.blogspot.pt/2013/09/kerry-o-embusteiro.html

Antonio Cristovao disse...

Para alem da natural necessidade dos média por titulos- que em caso extremo se negam totalmente no que vai dentro, devemos olhar com mais atenção( e verificamos isso melhor a posterior)que os medias são inundados pelas agencias fornecedoras de papinha feita e pronta que obedece a interesses manobrados na origem já com hipocrisia enorme. Só para olhar para a Libia que já se sabia que ingleses/franceses queriam roubar o petroleo eram noticias horarias sobre revolta/massacres. Têm o petroleo já não existe a Libia!