terça-feira, 3 de setembro de 2013

2 novos livros 2

Dei-me hoje conta lendo o Circle Bastiat. Pareceu-me valer a pena traduzir as sinopses dos dois novos livros de Hunter Lewis (o segundo vai para a minha lista de compras). É o que se segue:
Em "Free Prices Now!" [link] começa-se por indagar da razão que leva a que a raça humana seja ainda tão pobre. Como é possível que milhares de milhões ainda não tenham sequer o suficiente para comer? De seguida, é fornecida a resposta. Uma sociedade próspera é uma sociedade de cooperação. A cooperação, por sua vez, depende da confiança. E a confiança requer honestidade.

O barómetro mais fiável da honestidade económica é o proporcionado pelos preços. Preços honestos, que não sejam manipulados nem controlados, proporcionam a investidores e consumidores sinais económicos confiáveis​​. Eles constituem a fundação da prosperidade económica.

Uma sistema económico corrupto não pretende preços honestos, informação honesta, ou resultados honestos. A verdade pode não ser vantajosa para os poderosos líderes governamentais, para os interesses privados a eles aliados , ou para os "especialistas" económicos cujas carreiras têm sido dedicadas à manipulação e controlo de preços.

A Reserva Federal dos EUA e outros bancos centrais criaram um sistema de "empréstimos mentirosos" ["liar loans"] e falsos preços. Outras partes da administração têm igualmente contribuído . Com efeito, os reguladores de quem dependemos tornaram-se desreguladores.

Será que a resposta possa ser tão simples, que a prosperidade económica e o crescimento do emprego estejam dependentes da permissão que os preços económicos digam a verdade, livres de teorias de regulação ao serviço de poderosos interesses especiais?

Sim.

E em "Crony Capitalism in America"[link]:

Quando os interesses privados necessitam de favores políticos, eles sabem com quem devem contactar. Quando os políticos necessitam de dinheiro, também sabem com quem devem contactar. As pessoas envolvidas tentam manter o essencial desta troca de favores de forma bem escondida atrás de portas cerradas.

Este é o sistema que prevalece na Rússia após a queda do comunismo. Mas é cada vez mais o sistema dos Estados Unidos.

Muita gente considera Wall Street como sendo o epicentro do capitalismo americano. Na realidade é o epicentro do "crony capitalism" [capitalismo de compadrio] americano. É impossível dizer onde pára Wall Street e começa Washington. Esta situação não foi provocada, como muitos supõem, pelo crash de 2008. Pelo contrário, o crash foi causado pela parceria de longa data entre Wall Street e Washington. Mas o problema vai muito para além de Wall Street e vai a todos os cantos da América.

Se pretendermos fazer alguma coisa acerca dos nossos actuais problemas económicos, e também proporcionar aos pobres uma oportunidade de uma vida melhor, teremos de eliminar o crony capitalism e restaurar uma economia honesta.

Embora cheio de histórias de arrepiar os cabelos, este livro endereça também as soluções. Em termos claros e simples, diz-nos o que está errado e o que é necessário fazer a esse respeito.

1 comentário:

Antonio Cristovao disse...

excelente livro e bem post.