domingo, 12 de fevereiro de 2012

Nem de propósito

na sequência do post imediatamente anterior. Hoje, Sofia Lorena, assina no Público um artigo cujo primeiro parágrafo transcrevo para bem ilustrar o que eufemisticamente designei por assimetria informativa. Ora leiam:
"Homs é nome de cidade em guerra, não há dúvidas. Só na última semana, centenas de pessoas foram mortas por raides do Governo. De um lado, opositores que começaram por ser civis em manifestações pacíficas até que foram obrigados a defender-se de tanques com Kalashnikovs. Do outro, um Presidente disposto a tudo, um regime que acredita poder sobreviver, por mais que tenha que matar."
Pensando bem, para não ser acusado de vitriólico, não me parecem necessários comentários adicionais. Trata-se, tão só e apenas, de propaganda barata. De jornalismo, nada.

2 comentários:

O Raio disse...

"Trata-se, tão só e apenas, de propaganda barata."

Barata??? Francamente não sei. Quanto é que a Sofia Lorena ganha por escrever estes vómitos?

Anónimo disse...

O jornalismo está a morrer. E ainda bem... perdem-se as ilusões