quarta-feira, 9 de novembro de 2011

António José Seguro tem uma ideia

mas é péssima. O secretário-geral do PS, que anda por aí a insurgir-se contra os líderes europeus e mundiais por não promoverem "políticas de crescimento" nem criarem condições para injectar "liquidez" nas empresas, não compreende por que razão o BCE não põe as rotativas a trabalhar a grande velocidade. Está-se mesmo a ver que tipo de "crescimento" advirá de tais políticas...

2 comentários:

RioD'oiro disse...

E aquela ideia de Seguro de se "abster violentamente" na votação do orçamento?

Eduardo F. disse...

Essa foi igualmente assinalável. Suspeito aliás que iremos ter vários "momentos únicos" da sua parte.