quinta-feira, 31 de maio de 2012

A contínua extorsão

a que o Estado nos sujeita voltou a agravar-se: o Governo aprovou uma nova taxa um novo imposto que irá incidir sobre os operadores subscritores de televisão por cabo que se vem somar à Contribuição ao imposto Audiovisual.

Assim se "resolverá essa magna questão do cinema", assevera Francisco José Viegas, citado pelo Jornal de Negócios. Assim se subsidiam uns quantos à custa de muitos, na boa tradição socialista, digo eu.

4 comentários:

Lura do Grilo disse...

Aí está uma coisa que não gasto em casa.
Tenho a TV não paga e acho que pago demais pelo monopolismo informativo político.

Anónimo disse...

Pois, fiquei também radiante por não ter tv paga.

Anónimo disse...

Votei no PSD, tinha esperança no PPC, estou decepcionado. Aumenta-se impostos e mal se corta na despesa.

Afinal qual a diferença entre o PSD e o PS?

Eduardo F. disse...

Caro Anónimo,

Pois. Creio que Rui A., no Blasfémias, responde cabalmente à sua pergunta, resposta que subscrevo.